Publicado em Postagens

Adaptação Escolar: 5 dicas para facilitar o processo

Existem maneiras da adaptação escolar não ser tão difícil para os filhos e muito menos para os pais. Selecionamos 5 dicas para facilitar essa mudança na rotina

Os primeiros dias de aula podem ser bem difíceis, mas não só para as crianças, para os pais também. Pode até parecer engraçado, mas é real: muitos pais sofrem mais com o momento de adaptação escolar do que os próprios filhos.

Pensando nisso, selecionamos 5 dicas que podem ser super úteis para pais de primeira viagem que estão com o coração na mão de deixar seus pequenos, para os que estão se readaptando a rotina escolar ou então, para quem mudou o filho de escola e precisa se adaptar a um novo ambiente.

Conte curiosidades interessantes sobre a escola

Uma mudança brusca de ambiente com pessoas desconhecidas pode parecer desconfortável para você e para seu filho, mas aos poucos, tente introduzir isso no dia – a – dia da criança. Fale sobre como é legal ir a escola, fazer amigos e aprender coisas novas. Instigar a criança pode ser uma boa opção para que ela tenha percepção de que a escola será agradável. Se possível mostre fotos do ambiente, leve- a para conhecê-la antes do primeiro dia de aula. Aumentar a confiança do seu filho é uma ótima opção de segurança para evitar o sofrimento na adaptação escolar.

Faça uma rotina com seu filho

É importante que exista uma rotina na vida da criança. Isso cria segurança e senso de que  tudo tem horário para ser feito e ela precisa respeitar isso, assim como é na escola. Aos poucos vá colocando a escola em evidência, arrumando o material, o lanche e até mesmo o uniforme.

Faça a mudança parecer algo natural

Não transforme a escola em algo duro ou uma obrigação ruim. Traga leveza, estimule e passe sempre muita segurança para que a criança se sinta confortável nesse novo ambiente. Caso seu filho já tenha iniciado as aulas, pergunte, se mostre interessado em tudo que ele tem para te contar sobre suas novidades escolares.  Estimule sempre!

A hora de dar tchau

A parte mais complicada e que arranca lágrimas dos filhos e dos pais. Essa hora é a mais importante e decisiva para a adaptação ser uma transição tranquila e sem traumas. A criança precisa saber que você estará ali no momento em que for liberada de seu horário escolar. E você precisa estar lá por ela. Nos primeiros dias ser pontual é crucial para que a criança não fique ansiosa pensando que você esquecerá dela. Mostre que depois de um dia super legal e interessante você a buscará e ela irá te contar tudo que fez durante esse período.

Se adapte, fique tranquila

A experiência de colocar seu filho na escola pode ser bem mais difícil do que parece, mas tenha consciência que será para um bem maior. A escola trabalha o lado social, a maturidade e o desenvolvimento do seu filho. Só trará benefícios e aprendizado. Respire fundo, escute uma música, leia um livro, conheça o ambiente estudantil, assim como os professores e a diretora. Se você encarar a escola como algo ruim, seu filho sentirá pelas suas atitudes que realmente tem algo de errado e perderá a segurança de que é um lugar bom.

O importante é começar em casa, a mostrar para a criança que a escola é um ambiente seguro. Que será uma nova experiência e que tudo dará certo. Você sempre estará lá para seu filho, então cultive esse amor e incentivo.

Leia mais:

O que comprar para o enxoval do bebê

A importância da Mala Maternidade no enxoval do bebê

A importância dos pais no estímulo da inteligência emocional da criança

Publicado em Postagens

Pré-adolescência: 3 fatos que apontam que seu filho está entrando nessa fase

 Pré-Adolescência: a fase que toda criança irá passar ao longo do seu desenvolvimento

A “temida” pré-adolescência é uma das fases mais comuns do desenvolvimento do ser humano. Conhecida por ser a antecipação da Adolescência até a fase adulta,  pode parecer um bicho de 7 cabeças. As mudanças que ocorrem tanto no corpo quanto no comportamento da criança, são inúmeras. Mas ela não acontece de uma hora para outra.

Geralmente a pré-adolescência se manifesta aos 10 anos e não existe uma idade certa para terminar, mas se ela ainda não chegou para o seu filho, não se preocupe, existe uma relatividade em torno de quando realmente ela começa a se evidenciar. Nas meninas, as “curvas” do corpo começam a aparecer e nos meninos, os “músculos”, altura e voz podem sofrer alterações.

Os indícios de que a pré-adolescência está chegando são notáveis, então é importante que você esteja preparada e entenda alguns deles.  Separamos 3 fatos com as principais dúvidas, que podem te auxiliar quando esse momento chegar.

1- Com qual idade meu filho entrará na pré-adolescência?

A principal dúvida dos pais é a idade no qual ela irá se manifestar, mas não existe um número exato para que isso aconteça. Pode ser traçado uma média de que pode ocorrer entre os 9 ou 10 anos, dependendo de cada desenvolvimento. Assim que as mudanças corporais começarem a ocorrer, você saberá que seu filho estará saindo da fase infantil, para se tornar um semi-adulto.

2- Mudanças Corporais

As mudanças corporais são inevitáveis. Elas são parte principal desse novo ciclo de descobertas que seu filho irá passar. E você, será responsável por conversar e orientá-lo sobre essa mudança desconhecida. Não será fácil, mas é necessário para que ele possa entender que isso é normal e que daqui pra frente outras inúmeras irão ocorrer. Tente ser franca e compreensiva.

3 – Como irei lidar com as mudanças de comportamento do meu filho?

De certo com as mudanças corporais, vem as de comportamento no pacote, dentre eles, querer mais espaço. Vale ressaltar que essa fase não gerará só estranheza para os pais, a transição também poderá ser difícil para a criança. Então impôr limites é essencial. Nem sempre será um diálogo fácil, mas tentar compreendê-lo pode ser um caminho para que consigam conversar sem grande estresse e ele entenda e respeite suas decisões.
das mudanças de comportamento, entram as mudanças de estilo, tanto de roupas, quanto de acessórios. Algo que seu filho não gostava tanto de vestir, pode se tornar parte preferida do guarda-roupas. Nem sempre você irá concordar com as escolhas do seu filho, porém respeite seu estilo. O que pode ser uma boa pedida, é aconselhá-lo sobre como se vestir, sem interferir diretamente em seu gosto.

A única certeza é que a pré-adolescência é a fase natural de crescimento e desenvolvimento do seu filho. Então o ajude a entender determinados assuntos relacionados a mudanças em seu corpo, ensine-o a dizer não e a te enxergar como uma companheira de confiança, isso com certeza fará toda a diferença no relacionamento de vocês.

Leia mais:

O que comprar para o enxoval do bebê

A importância da Mala Maternidade no enxoval do bebê

A importância dos pais no estímulo da inteligência emocional da criança